25 maio 2016

como-encarar-meus-medos

Você certamente já sentiu medo diversas vezes em sua vida e os guardou secretamente. Posso até sentir que alguns desses medos ainda o acompanha, mas você não fala sobre isso com ninguém. Não há vergonha em sentir medo, ter medo faz parte de sermos humanos: ele é a cautela para te proteger de perigos e o extinto para que você não faça mal a alguém. Então, quando se preocupar com o medo afinal?

Quando o medo te paralisa, te impede de fazer coisas que gostaria e de seguir o seu caminho, quer dizer que ele se tornou maior que você e está na hora de tomar uma atitude. Neste momento, não é hora de sentirmos vergonha, pois não existem medos grandes ou medos bobos, existe sim a importância que você dá pra ele em sua vida. O medo do escuro de uma criança de 3 anos não é mais banal do que o seu medo em não conseguir ter a carreira que deseja, o medo é proporcional aos nossos maiores anseios. Para vencê-lo, coloque como prioridade cada passo que terá que dar para alcançar o seu objetivo, escale o muro um passo de cada vez, quando perceber, já estará admirando a paisagem do outro lado.

frase-motivacional-sobre-medo

Ao enfrentar seu medo pela primeira vez, você ganhará mais força e confiança em si mesmo, tornando seu medo menor à medida que você o encara. Por fim, terá descoberto que aquele medo não te impressiona mais: como uma árvore que cresce e lá de cima vê suas folhas secas jogadas ao chão, você terá se sobreposto a ele. Deste momento em diante, você terá a certeza que o medo saudável é aquele friozinho na barriga que nos impulsiona a seguir em frente.


Nenhum comentário


Comentar


Você deve estar logado para postar um comentário.